Retentor

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Retentor

O que é um retentor?

O retentor é uma peça circular de borracha, que possui um reforço metálico, com uma parte principal de vedação projetado para que consiga vedar óleos, graxas e fluídos em sistemas de movimentos rotativos ou axiais, e outra parte anti-poeira, sendo projetado para que consiga evitar a entrada de impurezas do meio externo. 

Dentre as varias funções de um retentor, podemos identificar a principal função, sendo esta a atividade de reter os tipos de fluídos que podem estar contidos no interior de uma máquina.  Esta peça de grande importância, pode ser utilizada nos mais variados segmentos, de modo que estão presentes em nosso cotidiano e muitas vezes nem mesmo percebemos a sua utilização.

Este material pode ser encontrado desde carros, caminhões, ônibus motocicletas, máquinas agrícolas e até mesmo em eletrodomésticos, além de aviões e máquinas industriais. De uma forma geral, qualquer item que se movimenta de uma forma mecânica possui retentores, para a boa utilização.

Retentores podem vedar todos os tipos de fluídos, sendo sua aplicação mais difundida, a vedação de sistemas de lubrificação.

Funcionamento do retentor

O retentor será sempre aplicado entre duas peças que tenham um movimento rotativo para realizar as suas atividades, como por exemplo, entre um eixo que transmita um movimento e a carcaça de sustentação, de forma que consiga proporcionar a vedação tanto na condição estática (máquina parada) como na condição dinâmica (máquina em movimento).

A vedação acontecerá através do contato permanente que ocorre entre a aresta do lábio de vedação e o eixo da máquina.

Características

As características da configuração de um retentor são diversificadas conforme a necessidade aplicativa, mas as principais são:

Capa externa – que poderá ser de metal exposto, metal revestido de borracha, tecido impregnado de borracha e apenas borracha.

Lábio de vedação – com ou sem mola auxiliar na ação de potencializar a interferência diametral aumentando a pressão do seu vértice na superfície do eixo, garantindo a vedação quer seja estaticamente ou dinamicamente.

Lábio anti pó – este só é agregado na configuração do retentor quando o mesmo trabalha sob condições severas de meio ambiente, ou seja, sob poeira, lama, detritos e outras impurezas externas.

Tipos existentes:

• Com revestimento de borracha liso
• Com revestimento de borracha ondulado
• Metálico
• Metade Borracha / Metade Carcaça
• Com pintura emborrachada
• Carcaça: Função de fornecer a estrutura ao retentor para suportar seu perfil e também para a montagem do alojamento
• Costas: Função de apoio para dispositivos de montagem e como indicador do sentido da rotação

São vários os modelos de retentores que podem ser encontrados para facilitar as diversas atividades que são realizadas em diferentes meios. Os modelos mais utilizados são:

• Retentores radiais – pequenos diâmetros
• Retentores em borracha nitrílica
• Retentores em PTFE
• Retentores radiais com grandes diâmetros
• Retentores com metal
• Retentores reforçados
• Retentores com carcaça
• Retentores em borracha
• Retentores Cassete

Cuidados na substituição do retentor

Sempre que houver desmontagem do conjunto que implique desmontagem do retentor ou do seu eixo de trabalho, recomenda-se substituir o retentor por um novo.
Quando um retentor for trocado, mantendo-se o eixo, o lábio do novo retentor não deverá trabalhar no sulco deixado pelo retentor velho.
Riscos, sulcos, rebarbas, oxidação e elementos estranhos devem ser evitados para não danificar o retentor ou acarretar vazamento.
Muitas vezes, por imperfeições no alojamento, usam-se adesivos (colas) para garantir a estanqueidade entre o alojamento e o retentor. Nessa situação, deve-se cuidar para que o adesivo não atinja o lábio do retentor, por isso comprometeria seu desempenho.

Conceito Construtivo

Estrutura de um retentor

Além destas características básicas, um retentor deve proporcionar no aplicativo as seguintes condições:

• Segurança funcional
• Longa vida útil
• Montagem simples
• Compatibilidade com o meio e os produtos a serem vedados
• O menor atrito possível na superfície de vedação dinâmica

Tipos básicos de configurações

As configurações são determinadas conforme as condições e características de trabalho e as mais usuais são as mostradas a seguir:

Tipos básicos de retentores

Fale com um de nossos consultores e solicite um orçamento sem compromisso.

Retenlins – Soluções Industriais

(18) 3654-6620
contato@retenlins.com.br

Deixe seu comentário